Limites: comunicação e exemplos

 Categoria Noticias

Os pais muitas vezes ficam confusos quando ouvem que é bom para os filhos estabelecer limites, mas, ao mesmo tempo, dar autonomia para os pequenos. Mamães e papais podem se sentir presos entre esses dois conselhos, sugerindo que o controle pode ser bom, mas também ruim para as crianças. A princípio, parecem coisas antagônicas, mas não são. Como os pais podem saber o que é certo e quando?

Diferença entre controle e estabelecer limites

Estabelecer limites pode envolver regras e diretrizes para que as crianças saibam o que se espera delas e as consequências de suas ações. Isso os ajuda a aprender com sucesso e evitar problemas. Mas os limites não precisam ser impostos de maneira controladora. Eles podem ser desenvolvidos de forma a apoiar a autonomia das crianças. Os pais podem se reunir com seus filhos para descobrir regras e consequências. É um exercício muito interessante e que trará lições importantes para as crianças.

Por exemplo, tente mostrar e explicar para seus filhos quais são as consequências de não ter um horário certo para dormir, o que acontecerá se ele se recusar as fazer as lições de casa etc.

A importância da comunicação e do exemplo

Os pais podem ouvir o feedback crítico e ter empatia com a antipatia dos filhos em relação às tarefas, seja fazer tarefas domésticas ou dever de casa. Portanto, os limites podem apoiar a autonomia e a proatividade das crianças. Mas, em última análise, regras e orientações são necessárias, portanto, essa abordagem não é, de maneira alguma, permissiva. Apoiar a autonomia das crianças não envolve a perda da autoridade dos pais.

Entretanto, de nada adianta ter limites bem estabelecidos com os filhos, mas não dar o exemplo. Se não se pode usar celular durante as refeições, a regra vale para adultos e crianças. Se existem horários para televisão e videogame, os pais não podem passar o final de semana toda na frente da TV. O exemplo dos pais é mais eficiente do que qualquer limite ou conselho.

Se você tem algumas dúvidas de como proceder em algumas situações que se referem a educação do seu filho, os professores e coordenadores do CEDUCA estão sempre à disposição para conversar e trabalhar em conjunto com você para que seu filho possa aprender, crescer, se desenvolver e se tornar uma pessoa com autonomia, senso crítico e um ótimo cidadão.

Recent Posts
3 Princípios para trabalhar com as criançasincentivar a leitura